Governo cede à pressão e adia votação da Previdência na comissão especial

0
129

Mais uma vez o governo cedeu à pressão da oposição e decidiu adiar a votação da reforma da Previdência na comissão especial. Prevista inicialmente para a próxima semana, a votação agora será a partir do dia 2 de maio.

Em contrapartida ao adiamento, deputados de partidos, como o PT, PCdoB, Rede e PSOL se comprometeram a não apresentar requerimentos de obstrução que pudessem estender a sessão.

A leitura do parecer do relator, Arthur Maia (PPS-BA), permanece nesta quarta (19) e a discussão acontece normalmente na semana que vem. No entanto, a nova mudança não deve interferir no calendário já previsto para a matéria, pois a votação em plenário deve acontecer a partir dia 8 de maio.

Fonte: Bahia Notícias